Uma jornada em busca da vida saudável.

Foi como um click. Estava eu, saindo para o trabalho quando uma colega de colégio dos tempos de Ensino Fundamental passa do outro lado da rua. “Mulher, tais tão diferente! Porque engordasse tanto?”. Pois é (conversamos sobre isso aqui, lembra?). Ela me convidou para umas aulas de Muay Thai, e de primeira  -ainda atordoada com essas linhas polêmicas –  falei que estava ocupada / sem tempo (pois é, a primeira desculpa do sedentário). Mas a verdade é que esse reencontro me encucou tanto que no dia seguinte fui conhecer o lugar e ver como essas aulas funcionavam.

Quando olho as fotos de alguns muitos anos, vejo as mudanças claramente. Bom, ok que a rotina era diferente: sem trabalho, horas de educação física e escolinha de volley dentro do colégio, natação, brincadeiras na rua (e cá estou eu me justificando mais uma vez).

Ser saudável é muito bom, e eu acho massa ver cada vez mais gente procurando melhorar e levar um estilo de vida menos sedentário. Mas está na moda dizer que se quer ser saudável e tudo virou sinônimo de #fitness. Você é um fit-addict? Posta fotos em academia, fazendo exercícios? Posta fotos do que come, do que deixou de comer? Segue Puglieses da vida e projetos cheios de hashtags? Bom, preciso dizer mais alguma coisa?!

10892008_369853943204054_5553041285251289200_n

Eu não queria ser saudável por haver toda uma pressão externa para tal, até porque o “corpo perfeito” que você está sonhando e nunca foi buscar não existe, por isso nem precisa ir procurar também. O que existe é o que te faz feliz. A perfeição difere em cada olhar e indivíduo.

E cá estamos. Eu não estabeleci metas para perder peso porque sempre me desiludi nessas idas e vindas de academia e modinha da vida saudável; apenas prometi que tentaria fazer escolhas melhores por mim mesma (por mais que isso soe exatamente igual ao que todas as blogueiras fitness falam haha), o que significa não comer batata-frita todo dia, mas não abrir mão dela em algum momento da semana. ❤ Para mim a maior vitória nesse caminho está sendo comemorar meus três anos sem McDonalds (mas ainda existe Domino’s, Outback, Sushi…).

Então a gente se vê por aqui conversando sobre essa saga. Por enquanto, é isso.

Beijo, Bee!

PS.: Não fale “força, foco e fé” nem “No pain, no gain” nem nada do tipo. Grata. :p

Anúncios

3 comentários sobre “Uma jornada em busca da vida saudável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s