O que foi em Maio.

IAEEEE! Monas, como assim eu postei uma vez nessa semana? Tava com saudades, porém quando os babados aparecem são todos de uma vez. Babados a.k.a trabalho. Por isso cá estou, tentando colocar mais uma coisinha no ar.

Source.
Source.

E não é que Maio, assim como Abril, também voou? Alright, esse mêsda tem uns últimos suspiros para dar em 2015 (olha, que poética!), mas falando  como um todo, ele passou num piscar de olhos. Começando bem, adoeci. Supimpa, né? Aliás, pense que nesse mês a bruxa da gripe / dor muscular / dor de estômago ficou solta na buraqueira. Um dos vícios que me aliviou a mente e os dias foi o SnapchatQuando tava sem paciência, snap pra cima do quengo. 

Outras coisas fizeram Maio leve: a limpa que fiz no Facebook, colorir os dias, a Lady segurando a minha solidão, o meu trabalho, e um pedido inesperadíssimo. Se for colocar um link pra cada coisinha massa que aconteceu em Maio, fico a noite toda escrevendo esse post.

Captura de Tela 2015-05-28 às 21.14.51

Também tentei ficar mais ativa no perfil do blog no insta, mas confesso que ficar postando em dois cantos me deixa um tico sem paciência. Porém, adoro quando as pessoas gostam do que aparece por lá.

Agora, que essa verdade aqui seja dita: pronto. Mas enquanto a verdade não bate à porta, o que passou por aqui:

♡ Três coisas para Maio.

♡ Um café com Anna Corinna.

♡ Porque te deletei, e razões para você fazer o mesmo. 

♡ Seis links para começar bem a semana.

♡ #TBT: Nostalgia do dia.

♡ Coisas que não te contaram sobre o Jardim Secreto.

♡ Três DIYs que precisamos fazer nessa semana. 

♡ Amarelo para chamar de seu.

♡ Tudo culpa da Segunda.

Venha, Junho, pra gente comer um monte de coisas feitas com milho, dançar forró e soltar bichas aliada.

Tudo culpa da Segunda.

Segunda-feira é fácil para ninguém. Semana passada, ao começar uma das aulas nas minhas turmas, vi uma aluna chateada. Ela passou a aula quase toda emburrada, e ao questiona-la porque, ela disse “É que hoje é segunda-feira”. Ao mesmo tempo que compreendi a “insatisfação”, fiquei meio encucada. 

Porque a segunda tem que ser motivo de tristeza? Ok; não é fácil retomar a rotina depois de um final de semana. E meu amor, ninguém é obrigado a nada estar super feliz às 6h da madrugada de uma Segunda. Mas passar o dia inteiro chateado por isso? E se a semana começasse na terça? Aposto que a terça seria a nova segunda, porque ninguém consegue se sabotar e estragar os paranauês mais que nós mesmos. 

Sim, você vai ter que acordar cedo para estudar. Sim, você vai ter um dia ocupado pela frente. Mas isso não é só você; o resto do mundo passa por isso. Porque estragar o seu dia pensando no monte de coisas que precisa fazer, quando você pode olhar o lado positivo?

É um dia mais próximo das suas férias, são mais oportunidades de dar o melhor de si nas obrigações, são reais na sua conta bancária no fim de mês. Então aproveite o dia, faça tudo o que tem que fazer, e se estiver tendo dificuldade para se motivar, foca na Grécia:

Source.
Source.

Ótima semana pra gente. 

Amarelo para chamar de seu.

Faz um tempo que venho me interessando por home decor. Isso se deu principalmente depois que me viciei no Pinterest. Fato é que lá passo por momentos de vício e abuso; por vezes amo/quero/sou tudo, e aí desapareço. Ainda assim, mesmo com a imensidão de opções online, o site acaba sendo a melhor maneira de armazenar inspirações sem ter medo de perder TUDO salvando imagens no computador.

Daí, como disse brevemente por aqui, precisei deletar todos os meus álbuns, e só agora estou recuperando tudo o que me inspirava. Nesse álbum estou colocando alguns desses pingos de amor diários, então todas essas imagens estão por lá, algumas com links para produtos (se interessando, corre pra lá). Hoje vim compartilhar por aqui um amor recente meu: amarelo

Na verdade, recente MESMO. Essa era a cor que menos estava presente na minha vida, e ultimamente venho tendo essa vontade de colorir os dias um tiquinho que seja. Aqui estão algumas das ideias que eu adoraria tentar no meu futuro lar, muitas delas adaptando; claro, porque mesmo começando a gostar de amarelo não quero que a casa pareça uma mina dourada. 

Source.
Source.

5293a61337a2cbc11aa33d2b8c1c3221 23720f758dcd99c6ef116980fdc5b3f1 701e674b05cb5079de76e2f608f2fa3e deb2785d7f67b7ce7b75ac9b832ced5e f1cfe7591341f043998770d6c0aa0566 1819b45806637e73b030ceaadec2c6c4 f035a1f41f7ccaa8ecad7853a15d42db 1f7d0c29681016becd056190506c9b4a c7cea8103cecd9e6dc9c1b8881934365

Por esse piano, eu voltaria às aulas. ❤ Que amor!

c7cefcfd5779b0bd33bfbf6afc984f9c

E onde você guarda o que te inspira? Na mente ou num pinterest da vida?

Três DIYs que precisamos fazer nessa semana

Não sei você, mas eu adoro fazer pequenos DIY – aka Do It Yourself, caso a senhora ainda não saiba – quando tenho um tempinho extra. Ultimamente venho colorindo para desopilar e salvo tudo o que quero fazer no Pinterest, mas há alguns meses precisei deletar TODOS os meus boards. Aos pouquinhos vou tentando colocar tudo no lugar.

082d2bfefbe3dd762b3ff0ab268108f5

Source.

Na verdade, essa foto é de um post do Buzz Feed (sempre útil <3) com várias opções de DIY. Se tem uma coisa que eu tenho aqui no meu quarcantinho é cacareco. Sempre preciso de algum porta treco ou coisa do gênero. Adoro usar canecas na decoração, mas esses porta-objetos se mostram como uma ótima dica. Garrafinhas ou coisinhas de plástico não falta por aqui, e por aí?

Source.
Source.

Minha gente, eu fiquei MALUCA quando vi esse post. Primeiro pensei em Carol, uma amiga minha que é louca por gatos (ela ainda vai ser a senhora dos gatos dos Simpsons, certeza). Como contei para vocês, resolvi aderir aos e-readers, porém ainda tenho muitos livros e esses gatinhos super combinariam com os meus livros. Aliás, com a vida. ❤

Source.
Source.

Toda vez que Anna Terra posta alguma receita no ideias de fim de semana, eu fico louca pra tentar. Claro, por não ser um talento natural na cozinha, eu acabo ficando na vontade de tentar a maior parte das vezes, mas não custa sonhar e esperar que venha um dia de coragem e inspiração. 

Tomara que a semana seja bem produtiva. Vamos aproveitar ao máximo. 🙂 

Coisas que não te contaram sobre o Jardim Secreto.

Minha gente, PENSE que a galera NOIOU com esses livros de colorir para adulto. Até parece que ninguém teve uma caixa de lápis de cor e canetas coloridas na vida. Confesso, porém, que comprei dois desses livros por motivos de: curiosidade. Por ser professorinha e dar aula à muitas crianças, já tinha um estoque de lápis para colorir, então fui usa-los também.

Uma coisa que não me contaram, e que eu também não lembrava, era como dói pintar. Gente, agora eu entendo porque alguns dos meus alunos não gostam de colorir; dói mesmo. Você acha que por ter colorido um bocado quando mais jovem vai ter facilidade, porém creia.

 

Outra coisa é que você dificilmente vai conseguir terminar de pintar um dos desenhos no mesmo dia, principalmente se tiver uma vida com coisas para fazer e não possuir dedos de aço para não ter calos. “Pintar é uma terapia e é antiestresse”: bem pudera, já que você esquece dos problemas se concentrando nas cores dos desenhos e nas dores dos seus dedos.
  

Mas nem tudo é ruim: o resultado vai lhe deixando feliz, e essa é a parte viciante do negócio: você quer pintar para terminar o desenho e aprecia-lo. Por isso bate uma vontade maluca de comprar os mais diferentes materiais , só que é inútil: lápis de cor ainda é a melhor coisa para pintar nesse papel. Segure seu forninho porque a senhora não precisa de aquarela, hidrocor e canetas stabilo (até porque estas são caras e dá pena de usar tanto de uma vez só hahahaha). Também não precisa necessariamente comprar coisas da Faber-Castell (ok? São massa, porém existem opções).

  

Apesar do que vi em alguns vídeos sobre o assunto, as páginas desse livro não são de ótima qualidade. Não são tão finas que as cores passem para o outro lado, mas você sente que as folhas ficam em auto-relevo por conta da força que você usa para pintar. Isso aconteceu comigo porque eu coloco muita força para tirar mais pigmentação dos lápis, mas se você tem mãos de princesa e pinta de leve, tudo bem.

 

Pois é, minha gente. É um passa tempo legal quando se tem tempo livre, agora se você estiver passando por uma semana cheia de atividades e gosta de uma boa procrastinação – como a senhora que vos fala – melhor ficar longe.

Eu estou gostando, e já que tenho dois livros conto com material para um ano inteiro e pintura. haha

Ótima semana pra gente!

#TBT : Nostalgia do dia.

Eu atrasando os posts. Tudo culpa da rotina, da minha procrastinação e de como não me organizo com o pouco tempo livre que venho tendo nos últimos dias. Mas cá estou eu! Acordei meio nostálgica depois de ver a timeline do Facebook (aliás, muito boa essa ideia de relembrar o que aconteceu no dia de hoje há num sei quantos anos). É tipo aquele app chamado Timehop. Daí resolvi trazer algumas fotos dos últimos tempos.

428501_10200583607526936_1446244003_n

Cristal tão pequenininha. Hoje está enorme!

524938_3638707360595_1958004890_n

Eu dava aula aos sábados num curso numa cidade perto de Recife. Era cansativa a jornada, mas o dia era incrível. Não tinha como não sorrir com os momentos que nós tinhamos. ❤

548857_3851740086280_270177058_n

Apesar de não gostar tanto dos meus cabelos mais curtinhos, nessa época ele tava massa. Eu adorava usar flores nos cachos também. hahaha 

283392_2135442499913_2327579_n

Essa foto me dá saudade. Foi da época em que fiz meu primeiro training de verdade para dar aulas, e aí fui morar um mês em Natal. Peguei um carinho enorme pela cidade e conheci pessoas incríveis. Nos finais de semana, entre trabalhos e estudos a gente conseguia escapar um pouco. Aí fomos para uma praia perto de Pirangi. Na foto comigo está Katie, e hoje ela mora na China. 🙂

383187_2788108376152_270457065_n

E esse foi meu primeiro training para Young Learners. Aprendi TANTO nesse curso. Tenho saudades até hoje das coisas que vivi nessa época. Foi no comecinho de 2012.

12611_4676619387747_1694937047_n

Uma das minhas fotos favoritas com Diego. hahaha

386301_2664898975994_1124993925_n

E sim. Nos conhecemos quando éramos pequenos, mas nessa época eu não gostava dele. Achava ele um pirraia uó. hahaha

10271607_10202957463031840_5484083624295672304_n

We’re rich and fabulous! 

10703580_10204009786739275_8463615950614866038_n

Dá pra acreditar que Miguel, meu sobrinho, já está desse tamanho?

10433143_10205014019484466_5664174884364706171_n

Finalmente, don’t cry for me Argentina. Quando mais eu trabalho, mais penso nas viagens que quero fazer. E quem não, certo?

Que o dia seja massa! Vamos aproveitar tudo. 🙂 

Seis links para começar bem a semana.

O final de semana foi massa, mas a rotina voltou. Como sempre, bate aquela preguicinha de começar tudo novamente, mas ao mesmo tempo a curiosidade para ver o que essa semana vai trazer de novo; e que venha muita coisa boa. 🙂 Por isso, aqui estão 6 links para sair dessa preguicinha e começar a Segunda-feira com o pé direito.

Sempre um pouquinho de inspiração lá no Instagram do blog. :)
Sempre um pouquinho de inspiração lá no Instagram do blog. 🙂

Uma musiquinha para entrar no clima.

Como resolver esse problema de calor. Importantíssimo, really. 

Uma dica fofíssima para qualquer canto da sua casa.

Muitas verdades num vídeo só. Assim, nem tudo é verdade, mas pode ver que tem muitas por aí. hahaha

Organizando um pouquinho os dias.

Eu sou a louca por canetas/cadernos/papéis fofinhos/fitas coloridas/porta-retratos. Aí tem esse tour pelo office da Elsie, que fundou o A beautiful mess. Gamei. ❤

Que essa semana seja supimpíssima e que a gente aproveite o melhor de cada dia.

Porque te deletei, e razões para você fazer o mesmo.

Sinceramente, eu nem sei ao certo quando isso começou porque, na verdade, várias coisas devem ter se unido para que eu chegasse aqui. Há algumas semanas baixei –por última, acho, sendo bem corna hahahaha– um daqueles apps em que você descobre quem te segue no Instagram e quem te superou e deu unfollow.  
Quando vi quantos e quem tinha me dado unfollow, ao invés de ficar completamente endiabrada (só um tiquinho) fiquei pensando quão desnecessária a minha vida era para aqueles seres e fiquei colocando na balança aquilo de você ser cordial ao aceitar solicitações mesmo quando certas pessoas não lhe acrescentam em nada
E nesses dias resolvi fazer o mesmo: me livrei dos excessos. E aí me questionei: Fulano fala comigo quando me vê na padaria do Manoel? Fulana fala comigo ao menos uma vez na vida? O que fulana é e compartilha me acrescenta alguma coisa? Essa pessoa está aqui de enfeite como um adereço esquecido da árvore de natal passada? 
Aí vem aquela pessoa que NUNCA fala contigo nem para dar “Feliz ano novo” para pedir “Curte aí minha foto!”. WTF?! Onde foi que as pessoas desaprenderam aquele babado básico de amizade ser uma coisa cultivada?
Quando essas redes sociais surgiram, o grande propósito não era juntar todos aqueles conhecidos que você nem ao menos tem certeza que curte em um balaio de gato só. O grande goal por trás delas –além de fazer dinheiro para seus criadores e te viciar– era te conectar com seus amigos, principalmente aqueles que não te vêem todos os dias; pessoas cujos interesses são parecidos com os seus.
Foi assim que eu deletei 320 pessoas em uma noite num dos meus perfis online, e venho aos pouquinhos fazendo a limpa do século nos outros. E chega deu uma leveza, visse? 

Um café com Anna Corinna.

Creia, né minha gente? Na verdade,  o café foi com as minhas amigas do francês, e sendo honesta, nem foi um café meeeesmo. Foi um encontrinho regado à sucos,  chá – no caso de Bruna – e algodão doce. Sim. Isso mesmo. Eu não tinha ideia que havia um lugar tão fofíssimo e de bom gosto pertinho de casa, até que Bruna falou do Anna Corinna, que é uma Pâtisserie linda aqui em Setúbal. 

 

O lugar não fica numa daquelas ruas principais que todo mundo tá cansado de ver diariamente. Fica meio escondidinho aqui no bairro. E Setúbal tem disso; semana passada, por exemplo, descobri que um restaurante japonês que muitos amigos falavam era por aqui. Deu a impressão de que em cada rua estreita você pode descobrir um lugar massa para encontrar os amigos. E depois de ir ao Anna Corinna, me senti assim.

  

O lugar é bem leve e aconchegante. É onde as senhorinhas provavelmente se encontram depois da missa – tem uma igreja próxima haha – para tomar o café do fim de tarde e aproveitam para provar cada uma das comidinhas de lá enquanto conversam por horas.

Um toque ótimo é que, quando você chega à mesa, já tem um cartãozinho com o instagram deles e a senha do wifi. Você, colega, sabe quão irritante pode ser isso de ficar pedindo o password dos lugares sempre que chega, né? E nem é para ficar grudada no celular, mas é bom poder compartilhar alguma besteira ou foto com os outros amigos da turma que – por algum motivo – não puderam estar lá.

Achei um coque.

    

Também achei massa o cuidado na apresentação dos pratos. Se você aparece em alguns dos cafés mais populares da cidade provavelmente não vai notar nada de diferente, até chegar num lugar onde tudo o que você vê é bonito. E olhe, não é dondoquisse, viu? Apenas achei bem Pinterest. hahaha

Eu pedi um croissant que veio acompanhado por uma pequena salada, já a Bruna pediu um bolinho de laranja, que veio com algodão doce. SENHORAS: ALOKA DO ALGODÃO DOCE. hahaha

Disputando com Rafa. haha

    

Chora nessa sua dieta aí que hoje é segunda-feira. Mas olha; querendo dar um saltinho por lá, tá aprovado. 🙂

Três coisas para Maio.

Bom, se você prestou atenção à uma informação nessa página, hoje nem era dia de post. Na verdade, esse post era pra sair na quinta, mas bateu preguicinha, e na sexta-feira bateu a gripe – again! – então vim hoje postar rapidinho. 🙂 

Mês passado, me dei as metas de estudar mais, ir ao Muay Thai com mais frequência, e ler mais livros. Olhe, sou MUITO furona. Eu até estudei mais – não tanto quanto queria, mas consegui me dedicar à estudar coisas diferentes – e também consegui ir ao muay thai mais vezes que em Março. Já ler… Mas nesse mês vou sambando e colocando as metas no lugar certo.

Captura de Tela 2015-01-06 às 09.21.00

1. Terminar, FINALMENTE, de ler Paper Towns e começar mais algum livro: Se você acompanhou outros posts de metas do mês, viu que terminar de ler Fangirl foi uma verdadeira Saga. Paper Towns tá seguindo o mesmo caminho, então quero deixar isso para trás nesse mês.

2. Me dedicar ao Future Learn: Minha gente, descobri o Future Learn através de uns amigos, e fico passada com as coisas interessantes que vejo por lá. Vocês faz cursos de universidades de vários lugares do planeta, de graça, e no final só compra o certificado. É massa para quem gosta de aprender mesmo. Conhecimento ao alcance. 

Captura de Tela 2015-05-01 às 23.27.34
Os meus cursos, e estou adorando. Qualquer coisa: futurelearn.com

3. Procrastinar menos e fazer mais o que gostar: Sim, porque apesar de feliz, nesses últimos tempos tenho feito mais o que preciso e menos o que quero / me faz feliz. Então nesse mês, e partindo dele, espero fazer mais coisas que amo; desenhar, escrever no blog, ler coisas legais, sair com os amigos. É bem isso mesmo.

E você? O que quer para Maio? 🙂